Sobre assumir compromissos maiores que nossos próprios limites

Sobre assumir compromissos maiores que nossos próprios limites

Muitas vezes nos comprometemos além do que podemos dar conta. Isso é quase que rotineiro se você parar para observar bem seu dia a dia.

 

Gostaríamos de poder realizar mais coisas e esquecemos de observar nossos próprios limites. Começar a exercitar a auto-observação é uma das chaves para seguir adiante com seu próprio negócio.

 

Isso porque se está empreendendo, você mesmo vai dar o ritmo das coisas e como já disse aqui, as pausas são essenciais.

 

Quando agimos com a emoção costumamos nos comprometer com mais metas do que nossos próprios limites, isso porque desejamos mesmo realizá-las e como estamos entusiasmados, acabamos nos comprometendo com mais coisas do que podemos de fato realizar.

 

Você já passou por isso? Já imaginou cumprir algumas tarefas mas chegou em um nível de cansaço que só poderia descansar?

 

Por aqui, vamos conversar hoje: porque estamos tão estimulados a super produtividade que esquecemos largamente de saber quais são nossos próprios limites.

 

E para empreender você vai precisar saber sobre eles.

priscila-hinkle-limites.jpg

Não é a primeira nem a ultima vez que vejo um empreendedor  contar que para realizar tal façanha foi além dos próprios limites e quase acabou com seu casamento, ou seu filho começou a ter vários problemas, e por aí vai.

 

Sem contar no fator saúde que muitas vezes, fica debilitado.

 

Veja bem, empreender é como correr um maratona de longa distância.  Você  precisa aprender a fazer as pausas necessárias, descansar, tomar um banho mais longo, meditar, fazer seu hobby preferido, passar tempo ocioso e estar bem relaxado com sua família.

 

Mas, no inicio estamos tão entusiasmados que esquecemos de administrar nossa própria vida e assim as chances aumentam para que você perca o folego logo ali na primeira curva ou no primeiro grande desafio. Entende?

 

No final do ano passado, eu mesma passei por isso. Estava finalizando o grupo da Mentoria Profissso360 e como fico extremamente entusiasmada com o grupo e com esse trabalho, me comprometi a entregar mais coisas do que poderia.

 

Isto acontece quando agimos com o coração e não há problema que isso aconteça, desde que você possa ouvir os sinais que seu corpo dá para fazer as pausas.

 

E assim foi, com o final do ano, eu realmente precisava de umas férias e ao invés de simplesmente adiar meus compromissos, desta vez resolvi abrir o jogo com minha turma e acabamos fazendo uma excelente reflexão sobre as pausas e os limites.

 

Quando nos abrimos ao processo de autoconhecimento, ele acontece na pratica e é extremamente experiencial – portanto não há nada de errado em se sentir sobrecarregado e resolver pegar uma trilha de pausas e descanso, desde que você esteja comprometido a se auto observar e se ouvir para quando as pausas são necessárias.

 

Elas vão te encher de força para que você possa retomar o caminho com mais presença e assim tomar melhores decisões para sua jornada empreendedora.

 

Aproveite suas pausas!  

 

Com carinho,

Pierangelli Mora



Pinterest: Ferramenta de trabalho e ideias

Pinterest: Ferramenta de trabalho e ideias

Os conselhos mais intrigantes que já recebi sobre a vida: fique indiferente e não seja você

Os conselhos mais intrigantes que já recebi sobre a vida: fique indiferente e não seja você