3 hábitos que te atrapalham construir um bom curso online

3 hábitos que te atrapalham construir um bom curso online

Frequentemente me perguntam uma dica top para construir um curso online.

 

Uma pergunta super válida, mas a verdade é que não dá para construir um curso bom, de fato, com apenas uma dica - por mais maravilhosa que ela seja.

 

Muitas vezes, o que nos atrapalha ou impede de ter um bom resultado, seja na vida, no trabalho e na construção de cursos, não é aquilo que fazemos, e sim, aquilo que NÃO estamos fazendo.

 

Faz sentido para você? Por exemplo, pense em uma pessoa que trabalha 20 horas por dia e se queixa de não ter resultados aparentes.

 

Com uma carga horária tão intensa assim, o que impede ela de ter sucesso e produtividade é o que ela NÃO faz: descansar, ter um tempo melhor de sono, para cuidar da manutenção do cérebro e consequentemente, aumentar a qualidade de tudo que faz.

[Se você tem esse perfil, já fica aqui a dica extra =D]

 

É o velho ditado: “se me derem seis horas para cortar uma árvore, passarei quatro afiando o machado”.

 

Por isso mesmo, vou te dar três dicas agora. Três coisas que podem estar acabando com suas chances de desenhar um bom material, e de finalizar esse processo.

 

Deixe esses hábitos de lado - e abrirá espaço na sua agenda e na sua cabeça, para fazer aquilo que não faz, e que realmente fará a diferença no resultado que espera: um curso excelente, que venda e transforme quem o comprar.

priscila-hinkle-cursos-online.jpg

1 - Tentar ser multitarefa

 

Afinal de contas, você tem várias aulas para planejar; precisa desenhar uma sequência lógica de aprendizado, dividir em módulos; gravar; colocar na área de membros; se preocupar em vender e ainda em entregar.

 

Não é nada incomum iniciar uma etapa do projeto e em poucas horas estar realizando um pouco de cada, tudo ao mesmo tempo.

 

É completamente possível ser multitarefa. Mas não é possível ser multifoco. Seu cérebro não estará atento a cada um dos detalhes que essas etapas exigem e o resultado poderá ser desastroso.

 

Por mais difícil que seja, não ceder a tentação e a pressão dos prazos, deixe de ser multitarefa para abrir espaço a conclusão com qualidade.

 

Não coma etapas. Foque em desenhar o conteúdo e os objetivos do seu curso, um módulo por vez. Somente após o desenho de um módulo estar concluído, se preocupe em como vai gravar. E assim por diante…

 

Mantendo essa disciplina, você se livra da ansiedade, terá um material de qualidade nas mãos e vai economizar muito, mas muito mais tempo.


 

2 - Ficar sentado o dia todo

 

Parece esquisito não é? O que sentar, tem a ver com um curso online? Tudo.

 

Ficar em uma mesma posição durante horas impede que nosso sangue circule da maneira correta.

 

Quanto pior a circulação, menor a qualidade da oxigenação. e com isso, nosso cérebro vai ficando cada vez mais devagar e esgotado para tomar decisões.

 

É como aquelas caixas antigas de música, que funcionavam a manivela. No começo, o braço ia super rápido, mas conforme o movimento se repetia ainda mais, ficávamos cansados e a velocidade diminuia.

 

Lembre dessa caixinha sempre que perceber o quanto tempo já está na mesma posição, escrevendo, pesquisando e tomando decisões.

 

Substitua ficar sentado o tempo todo sempre que estiver trabalhando, por dar pequenas caminhadas. Pode ser aí dentro da sua casa ou escritório mesmo.

 

Vá a cozinha tomar um copo d'água, faça um breve alongamento. Intervalos com movimento assim, farão toda a diferença no seu fluxo de atividades e seus futuros alunos e clientes vão agradecer - pois vão encontrar esse resultado no curso que você irá entregar para eles.

 

Deixar de ficar somente sentado abrirá espaço para cultivar o hábito de pensar em pé.


 

3 - Falar sim para tudo

 

Você tem uma expertise. Sabe o que ela pode fazer pelas pessoas. E espera entregar tudo isso para quantas pessoas puder.

 

Esse é o exato pensamento de 99% das pessoas que se envolvem na produção e venda de um curso online.

 

Mas, com exceção de cursos técnicos específicos para determinadas áreas acadêmicas, é preciso lembrar que: seu cliente não quer ser você. Ele apenas quer a transformação que você é capaz de oferecer.

 

O que eu quero dizer com sim para tudo aqui, é justamente colocar tudo o que você sabe e tudo o que você pensa que pode agregar valor para alguém, dentro do seu curso.

 

Resista a isso e pratique o NÃO.

 

Para cada conteúdo que for incluir, se pergunte antes, isso é de fato importante para que meu aluno aplique e tenha resultados, dentro do que estou oferecendo? Ou é apenas uma curiosidade/fato histórico/coisa que eu acho interessante?

 

Faça isso para seus bônus também. Estar relacionado com o contexto do seu curso não é o mesmo que agregar valor para produzir resultados.

 

E resista também a tentação de entregar um material com 65586749 horas de estudo.

 

Vivemos na era digital, onde todos tem uma rotina corrida. Se nem mesmo alguns cursos importantes de mestrado ou doutorado tem mais do que 50 ou 60 horas/aula, porque um curso online deveria competir com isso?

 

Deixe de dizer sim para tudo. E abrirá espaço para viver e implantar o verdadeiro conceito essencialista de que menos é mais.

 

Vai abrir espaço também para que seu cliente obtenha resultados de forma muito mais prática. E ele vai te agradecer por isso.


 

Viu só que interessante? Cada coisa negativa ou desnecessária que deixamos de fazer, garante abertura para outra produtiva e de resultados. Essa é uma lógica da vida que se aplica completamente a construção do seu curso.

 

Então vamos lá, faça uma reflexão de 15 minutos aí sobre suas atividades diárias e sobre o curso que está fazendo ou mesmo, que já tenha feito - será que dá para ficar melhor ainda?

 

Me conta depois, vou querer saber ;)


 

Abraços,

Priscila



Como utilizar a ansiedade a seu favor

Como utilizar a ansiedade a seu favor

Empreendedorismo Positivo: uma nova forma de pensar (e viver) a vida pessoal e profissional

Empreendedorismo Positivo: uma nova forma de pensar (e viver) a vida pessoal e profissional