Haters: como lidar com eles?

Haters: como lidar com eles?

“Haters gonna hate” – já dizia a banda 3LW lá em 2001.

 

(Nota: caso você esteja se perguntando quem no mundo 3LW são ou foram, só posso responder dizendo: coisas que caem na Internet ficam para sempre – e é incrível o que podemos encontrar nela rsrs).

 

Se você está construindo seu negócio digital, com certeza já observou a existência de pessoas bem particulares nesse universo.

 

Seres que ao invés de buscarem transformar o mundo a sua volta em um lugar melhor, dedicam seu tempo a perturbar e incomodar todos os outros mortais que estão ocupados demais com suas próprias vidas.

 

Exatamente. Estou falando dos famosos (mas não queridos) haters! Se você ainda não lidou com eles, saiba que eventualmente eles vão aparecer, tão certo quanto o sol vem pela manhã.

 

Haters são reais e fazem parte.

 

E também podem ser um sinal de que você está fazendo algo certo, do contrário, não incomodaria tanto. Inexplicavelmente, a função do hater parece basear-se em atacar ou criticar figuras públicas, expondo ou desvalorizando conquistas e ações dessas pessoas, e como empreendedor digital, lembre-se que você é uma figura pública com potencialidade de atingir milhares.

 

Entretanto, se eles parecem agir de maneira uniforme, lidar com eles adequadamente é uma questão que diz respeito somente a você.

 

Há um ano, gravei um vídeo onde conto um pouco mais sobre minha própria experiência com esse assunto. Assista a esse vídeo abaixo para saber como me sai dessa situação e como você pode utilizar isso a seu favor!

 

É importante aprender a distinguir o hater de uma pessoa que faz críticas construtivas ou daquele seu seguidor que emite uma opinião como tal, e que na posição de cliente, deve ser ouvido. Ficar na defensiva aqui, não é a solução ideal.

 

Responder ou não responder, eis a questão

Quanto vale seu tempo? É mais produtivo para você ter simplesmente razão, ou fazer a coisa certa? São essas as primeiras perguntas que você deve se fazer quando aquele comentário inconveniente do hater aparecer em suas mídias sociais.

 

Você pode ignora-lo com um “ok, obrigada por sua opinião” (se tiver bastante paciência para ser educado) ou simplesmente com seu silêncio mesmo. O que não pode ser feito é responde-lo a altura e assim dar gás para a discussão.

 

Já com relação as outras críticas que eventualmente surgem, segure o ego e dê a atenção adequada. Preparei uma mini check-list para te ajudar a manter o controle e saber como agir nessas situações.

 

1. Entenda o que realmente disseram para você

Ás vezes, não estamos em um bom dia e podemos tomar um simples “não gostei de x”, como ofensa e fazer daquilo a razão de todo nosso sofrimento. Não dramatize. Considere: a pessoa está falando de você? Ou do seu serviço, marca ou produto? Ou ainda de uma opinião que emitiu naquele específico momento?

 

2. Há algo de verdade no que disseram?

Por mais que críticas incomodem, pondere se a pessoa tem alguma razão. Talvez seja algo que você tenha deixado passar em branco, ou talvez, seja uma dica ou sugestão que dê aquele toque a mais no que você faz. Não tem problema se o raciocínio não veio de você, tenha consciência de que não sabemos tudo e aquilo que é construído coletivamente pode ter muito mais valor agregado.

 

3. Agradeça a pessoa

Se você constatar que é uma crítica construtiva, e especialmente se ela veio de quem segue você, ou de um potencial cliente, agradeça. Especialmente se notar que a pessoa tomou cuidado em ser gentil com você, ao expressar uma opinião. Retribua.

 

4. Trace um plano para lidar com isso

Apesar de ser necessário lidar com críticas, sabemos que nem todas podem ser acatadas. Existem coisas que realmente não são coerentes ou viáveis para implantarmos em nosso negócio. Por outro lado, se você enxergou consistência no que foi falado, mexa-se para colocar em prática o quanto antes. Aquilo que é bom, só nos fortalece!


É importante lidar com cada tipo de crítica (e com os donos das críticas) da maneira adequada. Reforçando: para as críticas construtivas realize uma avaliação para entender se é pertinente ou não acata-las.

Ao seu cliente ou seguidor, agradeça e avalie igualmente onde é que ele tem razão e até que ponto deve ser ouvido. Quanto aos haters, ignorar, continua sendo o melhor remédio. Não deixe que a opinião dele se torne algo maior do que realmente é. 

 

Lidar com contratempos faz parte da nossa jornada empreendedora, e o hater é apenas mais um deles. Erga sua cabeça e para cada investida dele, lembre-se de todas as outras centenas de pessoas que você pode auxiliar – e siga em adiante em seu caminho.



Lembre-se que a opinião de uma pessoa sobre você ou seu trabalho é problema dela, não seu!

 

Agora vai lá e brilha!

 

Priscila



Você está empoderando seus clientes para que eles sejam embaixadores da sua marca?

Você está empoderando seus clientes para que eles sejam embaixadores da sua marca?

Revelação: As estratégias que aumentaram minha audiência

Revelação: As estratégias que aumentaram minha audiência