3 lembretes para se proteger de ataques cibernéticos

3 lembretes para se proteger de ataques cibernéticos

Final de ano chegando… Todo mundo se preparando para as festas os tradicionais objetivos do novo ano.

 

A energia positiva da maioria das pessoas costuma subir nessa época, juntamente com aquela crença (nem sempre acompanhada de ação) de que o próximo, será o ano da virada.

 

Essa movimentação e até mesmo a expectativa, são coisas boas, que nos movem.

 

Mas, e se der tudo errado? Você tem por aí um plano B? Seus objetivos para 2018 estão pautados em planejamento mais do que em euforia?

 

E, pior ainda, se algo totalmente inesperado e muito específico der errado, você está preparado para enfrentar?

 

Pode até parecer que o papo hoje é mais um reforço sobre a importância de planejar seu negócio e ter um mindset adequado, mas na verdade o assunto agora é técnico e muito, muito sério.

 

Se você sofresse um ataque cibernético, sua empresa estaria preparada para lidar com a situação?

 

2017 teve um famoso ataque virtual que atingiu mais de 70 países e sequestrou milhares de dados de grandes empresas.

 

Sequestrar dados porém não é a único objetivo dos diferentes tipos de vírus. Existem diversos prejuízos que eles podem causar.

 

Nosso negócio literalmente cria vida através da tecnologia e ser atacado por um vírus é péssimo em proporções homéricas.

 

Você se preocupa com isso? Está preparado para prevenir esse tipo de situação? Então confira a seguir, 3 lembretes - que vão além do antivírus - para evitar ameaças cibernéticas.

 

Apesar que, se você não usa nenhum um tipo de proteção antivírus, acrescenta aí mais um item para providenciar já. Um antivírus eficaz e confiável deve estar entre as ferramentas prioritárias em que você precisa investir para rodar seu negócio digital. ;)

 

Faça seu check-list e mãos à obra!

priscila-hinkle-ataques-ciberneticos.jpg

1. Verifique se o seu endereço de e-mail “vazou”

 

Nos últimos anos, mais de um trilhão de contas de e-mail foram hackeadas no mundo.

 

Através do site Have I Been Pwned você pode verificar se alguma das suas contas estão nessa lista. Basta inserir o e-mail que quiser verificar, e confirmar ou não se já sofreu algum tipo de ataque.

 

O bacana de verificar é que você entende que a ameaça é real. Testamos por aqui e ao descobrir contas que já sofreram ataques, eles informam também em qual evento ocorreu.

 

Isso nos permite mensurar o quanto essa prática é comum e o quanto estamos mais expostos do que imaginamos.

 

O site para verificar é seguro, está em inglês, porém é super intuitivo de usar e eu recomendo que você faça isso agora.


 

2. Mude suas senhas periodicamente


 

Ataques do tipo que mencionei no item anterior, geralmente acontecem também para “entender” o padrão de senha do indivíduo e descobrir em quais outras plataformas importantes ela pode ter utilizado a mesma senha.

 

Por isso é muito importante que, além de ter data marcada para mudar suas senhas, é ideal ter uma senha diferente para cada plataforma que utilizar.

 

Serão MUITAS senhas, eu sei. Mas isso pode ser contornado utilizando uma ferramenta de gerenciamento de senhas, como o 1Password ou similares.

 

Se você for do estilo “old school” também pode manter tudo anotado em um cantinho da sua agenda.

 

Claro que essa prática não é recomendável. Você poderia perder a agenda e qualquer um ter acesso a esses dados, sem contar o trabalhão para procurar as informações, toda vez que for logar em algo.

 

Mas se você decidir fazer isso (também) não vamos julgar, rsrsrs.

 

Apenas se programe para renovar suas senhas ainda esse ano e já deixe agendado às mudanças do ano que vem! ;)


 

3. Faça backups com regularidade


 

E de preferência mantenha seus backups atualizados com um curto intervalo de tempo. A perda de arquivos importantes é mais um dos grandes problemas que um vírus pode causar.

 

Você pode manter seus arquivos organizados em seu computador como preferir, mas não deixe de ter um espaço na nuvem, para acrescentar todos os documentos que você ainda vai acumular.

 

A melhor parte de utilizar esses espaços (como Dropbox ou Google Drive) é que além de manter suas informações seguras e organizadas, sempre que precisar compartilhar algo com alguém - um prestador de serviços ou colaboradores da sua equipe por exemplo, você já tem tudo a mão de forma rápida e prática.


 

Você acrescentaria alguma outra coisa a essa lista? Se sim, mande um e-mail me contando, tenho certeza que vou gostar e aprender muito com a sua experiência!


 

Abraços,

Priscila



3 fundamentos essenciais para formar um time altamente motivado

3 fundamentos essenciais para formar um time altamente motivado

Como passar a mensagem certa para sua audiência com sua imagem pessoal

Como passar a mensagem certa para sua audiência com sua imagem pessoal