All tagged empatia para negócios

Como criar relacionamentos estratégicos

Você alguma vez já teve o desejo de formar um relacionamento com alguma pessoa ou profissional que considera influente ou que talvez não seja tão conhecido assim, mas que admira?


Relacionamentos assim, são importantes para o desenvolvimento dos seus próprios negócios, mas muitas vezes não sabemos por onde começar.


Infelizmente, 99% das pessoas cometem o mesmo erro ao tentar se aproximar de alguém para fazer parcerias ou até mesmo trocas de serviço.

Você sabe qual é?

Influenciando pessoas no mercado digital

Você já leu o livro Como fazer amigos e influenciar pessoas do Dale Carnegie?

 

Se ainda não, recomendo que o coloque como próximo da sua lista urgentemente!

 

Além de ser um conteúdo imprescindível para qualquer empreendedor ou pessoa pública, os ensinamentos de Dale fazem toda a diferença também dentro do nosso mundo e mercado digital.

 

Não quero transformar esse texto em uma resenha e muito menos em um resumo de todas as coisas importantes que você pode encontrar nesse livro.

 

Mas sem dúvida, a maneira como ele aborda a arte de influenciar pessoas vai de encontro com uma pauta pertinente para quem produz cursos online: conhecer o outro e colocá-lo em evidência.

Você está empoderando seus clientes para que eles sejam embaixadores da sua marca?

Em 15 de Março de 1962, John Kennedy disse que o consumidor é aquele que tem, entre outros direitos, o direito a escolha. Anos mais tarde, essa mesma fala e data inspirou a criação do dia do consumidor.

Mas será que há, de fato, motivos para celebrar – ou ao menos levar em consideração – o dia do consumidor?

Empreendedores de sucesso podem ser considerados heróis modernos. Sobrevivem a crises, reinventam, inovam, diversificam e buscam, literalmente, transformar o sonho de seus clientes em realidade.

É aceitavel usar manipulação nas vendas?

Começar um negócio próprio implica em, eventualmente, conhecer e se tornar apto a desempenhar uma porção de funções que você, talvez, nunca tenha se imaginado desempenhando.

E arrisco a dizer que, quando se trata de um negócio digital, a intensidade e a quantidade dessas funções que aparecem para desenvolvermos, se tornam ainda maiores.

Escritor, diretor, editor, programador, social media, contador, administrador, economista, consultor, vendedor, professor e diversos outros papéis, além é claro, do especialista naquilo que você realmente é, são apenas alguns dos papéis que aprendemos a gerir, especialmente, quando estamos começando.

Você está falando "humanês" com sua audiência?

Você está falando a língua da sua audiência? Seus potenciais clientes já sabem exatamente como você ou seu produto pode ser útil, e até mesmo indispensável na vida deles? Você realmente conhece as pessoas que te seguem?

Essas são perguntas que devemos fazer para identificar se já estamos fluentes—ou ao menos trabalhando para isso—no principal idioma do empreendedorismo: o Humanês.

Ao contrário do Português, que é uma das várias línguas românicas originadas do Latim, o Humanês é uma língua de origem 100%... adivinhe, adivinhe...