Você está tratando os sintomas ou problemas do seu cliente?

O que empreender, encontrar novas soluções para o velho, ter ideias novas, conhecer seu cliente ideal ou persona e criar um curso online tem em comum?

 

A curiosidade!

 

Um estudo de 2011 mostra que a curiosidade é um fator ainda mais importante que a inteligência, para o crescimento e sucesso profissional, segundo a revista Psychology Today.


A curiosidade pode ser inculcada por meio da solução de problemas.

O responsável por essa frase é Sanjay Goel, diretor de pesquisa do Centro de Informação NYS de Perícia e Garantias, além de ser um especialista em perícias digitais relacionadas à privacidade, à segurança e aos cyber crimes.

 

Embora a área de atuação de Sanjay esteja um pouco distante da nossa realidade de empreendedores e criadores de cursos digitais, a frase dele exprime algo que devemos considerar essencial em nosso trabalho: toda solução surge de um problema.

 

Você provavelmente já se deu conta disso, pois, independente do seu nicho, ao criar um curso online sua proposta para as pessoas é justamente resolver uma dor que elas tenham e assim proporcionar uma transformação na vida delas.

 

A essa altura você já percebeu também a importância de pesquisar e conhecer cada vez mais sobre seu público alvo e cliente ideal, pois todo o desenvolvimento e futuro de um negócio dependem disso.

 

Entretanto, como empreendedora, sei que nem sempre estamos dispostos a estar curiosos.

 

São diversos pontos que devemos estar atentos para aumentar a escalabilidade e sustentabilidade de um empreendimento ou produto – e estar constantemente curioso, acaba deixando de ser uma prioridade. Especialmente quando um curso “deu certo”, temos realmente a tendência de estaciona-lo como está, durante um bom tempo, o que em longo prazo, pode se mostrar uma falha muito grande.

 

O mercado muda, as demandas mudam e nosso cliente também passa por constantes mudanças. Por isso, antes de apresentar-lhe o vídeo de hoje, quero registrar aqui três dicas simples, que você pode exercitar diariamente, com pouco investimento de tempo, para manter sua curiosidade (e criatividade!) aguçada, e com isso estar antenado as reais necessidades de seus clientes, e as mudanças por quais eles passam.

 

 

1. Mantenha seu pensamento afiado

Como? Simples! Crie o hábito de resolver quebra cabeças, sudokus ou até mesmo palavras cruzadas.

 

Jogos e quebra cabeças, nas palavras do próprio Sanjay, auxiliam a desenvolver as habilidades de raciocínio e pensamento crítico, além de auxiliar sua mente a se expandir de diversas maneiras.

 

Você aprende a criar soluções para resolver os impasses desses passatempos, e se torna muito mais hábil para criar soluções para os próprios desafios de seu negócio e de seus clientes, encarando isso como uma oportunidade a mais de ir além às melhorias e qualidade que pode oferecer.

 

2. Observe empresas e cases de sucesso de áreas diferentes da sua.

Pesquisar a concorrência é importante para descobrir como estruturar seu produto e quais diferenciais você pode criar. Entretanto, observar o que acontece fora do seu nicho, além de exercitar a curiosidade, pode ensinar valiosas lições e te trazer diferentes perspectivas sobre as próprias situações que você precisa lidar dentro de seu negócio.

 

Sam Calagione, proprietário da Dogfish Head utiliza esse hábito para inovar e manter o senso de curiosidade em seus 20 anos como cervejeiro. E tem colhido bons frutos, pois sua empresa é reconhecida mundialmente dentro do nicho de cervejarias pelo arrojamento e inovação. Vale a pena tentar!

 

3. Aprenda a questionar

Fazer perguntas, embora necessário, é um habito pouco difundido. Desde a escola, criamos um certo receio de perguntar e fazermos papel de bobos, ao questionar algo que outros já sabiam.

 

Crescemos achando mais bonito saber de tudo do que buscar ser um conhecedor. Mas ninguém sabe tudo, certo?

 

Tenha coragem de perguntar, indagar e até duvidar.

 

As perguntas são o primeiro passo que damos para encontrar soluções e inovar. Ao criar o hábito do questionamento com reflexão, você passa a realizar pesquisas mais criativas e certeiras com seu público, o que fortalecerá ainda mais sua marca.


Agora que você compreende como a curiosidade é importante e uma valiosa ferramenta empreendedora, assista o vídeo abaixo, e entenda exatamente onde ela é indispensável para o sucesso de seu curso ou programa online!

Minha mensagem de hoje, definitivamente é:

 

Mantenha sua curiosidade para saber como se comunicar de maneira adequada com sua audiência e descobrir exatamente o que é que as pessoas que procuram seu produto realmente precisam, e como você pode adequar e integrar o que elas precisam com o que elas querem!

 

Agora me diga, você se considera um empreendedor curioso? Já realiza algum dos três hábitos que citei acima? Como tem sido essa experiência para você?

 

E o mais importante, você consegue visualizar agora se está tratando a causa ou os sintomas de seus clientes?



Isso é o que fará toda a diferença. Quando tratamos o sintoma, a mudança é paleativa. Mas se você se dedicar a tratar a causa, a transformação que ocorrerá na vida do seu cliente será sustentável, e os frutos que sua marca colherá por isso, são imensuráveis.

 

Excelente semana para você!

 

Abraços,

Priscila