Volume não significa valor

Há muita conversa por aí sobre agregar valor para os seus cursos e programas on-line. E concordo completamente com o conceito.

 

Fornecer mais valor do que você recebe é uma parte crítica da gestão de um negócio bem sucedido on-line.

 

Mas há uma linha muito fina entre agregar valor e acrescentar confusão quando se trata de aprendizagem on-line.

 

Um passo em falso e você reverte a balança em em favor da confusão.

 

Contudo, não tenha medo ou deixe isso te paralisar! Há algumas coisas muito simples que você pode fazer para se certificar que está dando à seus alunos tudo o que precisam para aprender o conteúdo enquanto proporciona um valor excepcional ao mesmo tempo.

 

Evitando Confusão

Seu curso deve ter o objetivo de apresentar um processo simplificado para a obtenção de resultados. Por isso, é importante definir uma meta final clara e posicionar cada parte do conteúdo para a realização dessa meta.

 

Durante o processo de criação, você vai provavelmente pensar em um milhão de coisas que deseja incluir em seu curso. Sua cabeça inevitavelmente vai começar a girar com idéias e você provavelmente vai ter a impressão de que está prestes a ficar louco—ou totalmente paralisado. Agora, se isso estiver acontecendo com você que conhece seu assunto à fundo, imagine como seus alunos vão se sentir.

 

Nesse ponto, é importante dar um passo para trás e se perguntar estas duas coisas:

 

  1. Será que eles precisam realmente saber disso?
  2. Existe um lugar melhor para colocar essa informação?

 

 

Agregando Valor

Será que essa última pergunta (#2) te confundiu? Você pensou: “Que tipo de lugar melhor poderia haver?”

 

Se isso passou pela sua cabeça e você não tem ideia da resposta, não se preocupe. Estou aqui para te ajudar.

 

Você já se perguntou alguma vez que diabos poderia incluir em um bônus? Ou talvez esses recursos adicionais que quer criar para o seu curso?

 

Pois bem! Este, querido(a) leitor(a), é o lugar onde deve colocar todo esse material extra.

 


Se você está levando seu aluno à uma jornada completa que não é essencial para o objetivo principal do curso, considere criar um módulo ou mini curso de bônus com esse material.

Afinal, as pessoas amam um bônus — e se você está empreendendo no mundo digital, então já sabe que oferecer bônus é um padrão do mercado que não pode faltar na sua oferta.

 

Por outro lado, se você está pensando em incluir informação extra na forma de teoria profunda e/ou pesquisa, vale à pena considerar escrever um post de blog.

 

Porque, como já discuti em outras ocasiões, praticamente ninguém está interessado em muita informação — as pessoas querem e precisam de contexto! Então, muita teoria ou pesquisa provavelmente não seriam um bônus de qualidade ou interesse para a maioria das pessoas. 

Dicas de Ouro

Recapitulando. Se você quer eliminar o potencial de confusão para si mesmo(a) e seu público-alvo, certifique-se do seguinte:

 

  • Estabeleça uma meta final muito clara.
  • Crie o conteúdo de seu curso em torno de seus alunos alcançarem esse objetivo.
  • Faça qualquer lição completa que meio que se encaixa, mas não completamente, em um módulo ou mini-curso bônus.
  • Inclua links para blog posts ou artigos de teoria ou estudo mais profundo que poderiam ser interessante para algumas pessoas.

 

E então, que você achou dessas dicas? Quero saber.

 

Quais são algumas maneiras que você pode fornecer um valor extra sem se dar um tiro no próprio pé e acabar, sem intenção, adicionando conteúdo que mais impede do que ajuda seus alunos na hora de atingir os objetivos desejados?

 

 

Compartilhe seus insights e experiências abaixo!

 

Xoxo,

Priscila