All in marketing digital

Crise econômica: desculpa ou solução?

Crises econômicas, em qualquer país, sempre serão usadas como justificativa para consumidores que não compram e produtos que não vendem.

 

Mas como prestadores de serviços e pessoas públicas na internet, temos por obrigação transmitir confiança para que as pessoas comprem, e mais, que se sintam seguras ao fazê-lo.

 

Não existe fórmula mágica para vender, mas existe todo um processo que tem suas particularidades em cada nicho.

 

Infelizmente, é muito comum pessoas que não se posicionam bem e acabam não executando suas vendas de forma assertiva.

O mercado digital no Brasil está saturado?

Este é um tema bastante amplo, que merece algumas horas de reflexão.

 

Como não temos todo tempo do mundo agora, quero te convidar a refletir sobre isso sob um ponto de vista específico.

 

Você provavelmente já me ouvir falar sobre isso em outras ocasiões. O mercado digital no Brasil está saturado? Está – mas de cursos ineficazes (para não usar uma expressão mais pejorativa).

 

Por ser um mercado em plena ascensão, temos literalmente milhares de cursos por aí que se encaixam na categoria “feito é melhor do que perfeito”. São cursos que realmente só foram feitos.

 

E o perigo disso para o consumidor (e para a saúde de um negócio) é que um curso, o processo de aprendizado, precisa ser pensado!

3 dicas para construir uma oferta de sucesso

Você desenha e constrói um curso online para:

A.      Provar que é capaz;

B.      Deixa-lo guardado por aí (como aqueles livros que compramos e nunca lemos);

C.      Vende-lo para quantas pessoas possível, estruturando um negócio sustentável.

 

Pode até ser que você tenha respondido A ou B, mas levando em consideração minha experiência de todos esses anos no mercado, e conhecendo de perto todo o trabalho necessário para criar um curso online, poderia até mesmo apostar que sua resposta é a C.

 

Você entrou no jogo para ganhar, certo? E são diversos tipos de ganho, não só financeiros. Mas isso só será possível, se você vender.

Você tem um negócio ou tem esperanças?

Sabe aqueles dias em que você não acorda tão bem ou inspirado e faz tudo “do jeito que dá”?

 

Geralmente, nesses dias, até mesmo caprichar no visual se torna pesaroso, e se tiver a oportunidade, é bem provável que seu pijama seja o look ideal.

 

Pois bem... Nos negócios, se mover apenas por inspiração, não funciona!

 

Claro que estar inspirado é ideal e importante, mas se esse for o único combustível que injeta na construção do seu curso online, ou na administração do seu empreendimento, então você não tem um negócio, tem esperanças.

O empreendedorismo digital é para você?

Você está interessado em criar um curso online, construir um negócio digital sólido, sustentável e de sucesso. E nesse exato momento pode estar em dois pontos diferentes do caminho.

 

Se está iludido com a fantasia de atingir o mundo todo em segundos e fazer milhões da noite para o dia, fique comigo até o final do texto. Você vai descobrir que não é bem assim e entender se está ou não no melhor mercado para você.

 

Se já viu que a realidade não é bem essa e está na dúvida sobre ter a disposição e os requisitos necessários para fazer isso dar certo, continue comigo também, para encontrar essa resposta. 😉

 

Responda as perguntas a seguir, e descubra ao final do texto se o empreendedorismo digital é para você!

Você tem carisma, e sabe usá-lo em seus negócios?

Existem muitas características que compõem um negócio de sucesso. São diversas áreas que precisam ser observadas e várias ações que necessitam acontecerem em harmonia para determinar o quão bem-sucedido um empreendimento pode ser.

 

No empreendedorismo digital, não poderia ser diferente. Com uma necessidade extra, completamente indispensável: o carisma.

 

Carisma é a habilidade de encantar, fascinar ou seduzir outro indivíduo, através da sua forma de ser e agir. Podemos até mesmo dizer que ser carismático é uma importante forma de persuasão.

 

E como nos negócios online, você geralmente é o rosto da sua marca e produto, se não for uma pessoa carismática, dificilmente conseguirá conquistar a atenção e a confiança de uma audiência com potenciais clientes ideais.

 

Mas será que é possível aprender a ter carisma?

4 erros FATAIS dos Empreendedores Digitais

Que errar é humano e que todo mundo erra, você definitivamente já sabe. Mas e se tivesse como evitar certos erros? Você escolheria errar ainda assim?

 

Eu realmente espero que a resposta seja NÃO. Pois além de indicar que você está realmente comprometido com o sucesso seu e do seu negócio, essa resposta te colocaria no exato lugar em que deveria estar hoje: aqui comigo, lendo esse texto! =)

 

Vou te contar os quatro principais erros que empreendedores digitais cometem e que são grandes responsáveis por colocar um prazo de validade na empresa deles.

Você sabe vender, quando não está vendendo?

Você está com seu curso online pronto. Criou uma lista, consolidou audiência, já leu mais materiais sobre venda do que consegue se lembrar – e finalmente se sente preparado para entrar no “jogo” e começar a vender.

 

Afinal de contas, já tem tudo o que precisa, certo?

 

Errado.

 

Não, não sou nenhuma maluca que deseja contrariar a ordem natural das coisas no mundo dos negócios, onde o processo de venda, desde sempre, é formado pelo cálculo produto + cliente = venda.

 

Mas se você considera que é SÓ isso, provavelmente deixará de ganhar muitos clientes no caminho.

Reputação Online: como ela pode ajudar a crescer seu negócio?

Reputação é o resultado da combinação entre o que você diz e faz, em conjunto com aquilo que as outras pessoas dizem sobre você.

 

Há quem ainda pense que a internet é terra de ninguém – onde podemos ser ou fazer qualquer coisa, que logo cairá no esquecimento. Entretanto, como empreendedores online, devemos saber que isso não é verdade. O que se faz ou diz no mundo virtual, nele permanece, e pode ser “desenterrado” com uma pesquisa rápida.

 

A questão é: você tem deixado um rastro (e gerado uma reputação) que vai impactar positivamente seus negócios?

Como atrair mais clientes online?

E que tal se eu te contar como NÃO atrair clientes?

 

Atrair ou reter clientes não é necessariamente uma das missões mais fáceis do empreendedorismo, entretanto, existem alguns passos fundamentais, que você deve ficar atento e empregar dentro do seu negócio para ter sucesso nessa parte. E vou te contar quais são logo mais.

 

No momento, quero te alertar sobre coisas que você NÃO deve fazer, se está buscando captar mais leads e o desejado cliente ideal (aquele que compra seu produto).

 

Mas Priscila, como isso está relacionado com coaching, mentoria ou mesmo com a produção de cursos online?

Você está empoderando seus clientes para que eles sejam embaixadores da sua marca?

Em 15 de Março de 1962, John Kennedy disse que o consumidor é aquele que tem, entre outros direitos, o direito a escolha. Anos mais tarde, essa mesma fala e data inspirou a criação do dia do consumidor.

Mas será que há, de fato, motivos para celebrar – ou ao menos levar em consideração – o dia do consumidor?

Empreendedores de sucesso podem ser considerados heróis modernos. Sobrevivem a crises, reinventam, inovam, diversificam e buscam, literalmente, transformar o sonho de seus clientes em realidade.

Revelação: As estratégias que aumentaram minha audiência

Eu poderia dizer que houve apenas um modo, ou um passo que me levou a audiência que tenho hoje, mas seria demagogia. E é por isso que decidi revelar toda minha estratégia por trás desse resultado alcançado.

Atualmente eu conto com mais de 1.500 inscritos no Youtube, as visualizações são em média 200 por vídeo, e os mais polêmicos ultrapassam 400 visualizações. No facebook  as curtidas na minha página passam de 6.700, e minhas lives já bateram 1,8 mil visualizações. Tenho outros canais como Twitter e Instagram com números bem semelhantes.

Mas a pergunta que fica é:

3 dicas para montar seu conteúdo gratuito

Muitos empreendedores digitais pecam na hora de criar seus conteúdos gratuitos — alguns por entregar muito e solucionar completamente a dor de seus potenciais clientes e outros por entregar pouco demais, achando que conteúdo gratuito não precisa de qualidade.

A verdade é que existem duas regras básicas que regem a criação de conteúdos gratuitos:

  • Entregue uma solução à sua audiência. Ou seja, tenha a ética de entregar ao menos o que sua headline promete de forma eficaz e prática. Sua audiência é inteligente e tratá-la de acordo é imprescindível — a conhecida “encheção de linguiça” está funcionando cada vez menos com o consumidor digital.

Dica para definir o nome do seu produto digital

O que é mais familiar: lã de aço ou Bombril?

Não encare essas informações que você vai ver aqui como um documento, e sim como um bate-papo. É claro que existem muitas dicas para você encontrar o nome ideal para seu produto ou serviço, mas existe uma única dica que pode facilitar muito esse processo.

Então antes de ver essa dica estratégica é importante que se questione a respeito de alguns aspectos relacionados ao mundo do marketing.

Vamos começar com uma pergunta:

- O que é mais familiar para você, lã de aço ou Bombril?

Não precisa ser adivinha para saber sua resposta. A marca Bombril já está tão estabelecida e solidificada no mercado que é mais fácil as pessoas relacionarem a marca ao produto do que ao contrário.

O erro em fazer suposições

Suposições... Algo que todos nós fazemos em alguma altura do campeonato - seja na vida pessoal ou profissional.

Em um dia, quantas vezes “achamos” algo? Eu sei que no meu caso, pelo menos, ao responder essa pergunta honestamente, não impressionaria positivamente.

Já falei com você sobre a importância de conhecer seu público alvo e seu cliente ideal. Algo que só conseguimos através de pesquisas – e não através de supor isso ou aquilo.

Mas o fato é que pesquisar, é um hábito indispensável durante toda a vida útil de um negócio.

É possível ter sucesso com uma lista pequena?

Você precisa entrar em ação.

Eu já te falei isso – inúmeras vezes – e provavelmente você já escutou isso outros zilhões de vezes, das mais variadas pessoas possíveis.

Acredite, entrar em ação não é algo que fazemos uma única vez dentro do empreendedorismo digital, e é necessário uma auto-observação constante da sua conduta e objetivos, para não deixar seus negócios caírem em uma procrastinação inconsciente.

Um exemplo excelente disso é quando tratamos sobre lançamentos.

Conteúdo é mesmo rei?

Não. Conteúdo não é rei.

Até porque, um negócio digital está longe de ser algo que possa ser comparado a uma monarquia. Ter um negócio digital de sucesso requer muito mais do que dar atenção e foco em um ponto considerado importante – ou rei – e deixar os demais pontos ao acaso.

Um empreendimento sustentável começa a acontecer quando encontramos o equilíbrio em evidenciar, priorizar e executar tudo aquilo que é necessário, seja para o próprio negócio em si, seja para o público que atendemos.

É aceitavel usar manipulação nas vendas?

Começar um negócio próprio implica em, eventualmente, conhecer e se tornar apto a desempenhar uma porção de funções que você, talvez, nunca tenha se imaginado desempenhando.

E arrisco a dizer que, quando se trata de um negócio digital, a intensidade e a quantidade dessas funções que aparecem para desenvolvermos, se tornam ainda maiores.

Escritor, diretor, editor, programador, social media, contador, administrador, economista, consultor, vendedor, professor e diversos outros papéis, além é claro, do especialista naquilo que você realmente é, são apenas alguns dos papéis que aprendemos a gerir, especialmente, quando estamos começando.

Quer um curso de sucesso? Siga um processo!

Ter seu próprio negócio, fazer os próprios horários, ter mais tempo para estar com a família e desenvolver outros tipos de atividades e interesses que normalmente não temos possibilidade quando somos subordinados a uma empresa ou instituição, são alguns dos motivos que levam as pessoas a empreender, especialmente digitalmente.

Mas nada disso acontece em um passe de mágica. Independente de suas motivações, incluindo o retorno financeiro que é muito importante, é preciso ter em mente a necessidade de agir com estratégia em todos os momentos desde a criação até a implementação de seu curso, para que você possa obter não só sucesso, mas um sucesso sustentável e escalável.